10 de set de 2014

Moto 360, decepção ou sucesso absoluto?


Quando anunciaram a algum tempo atrás o smartwatch da Motorola, Moto 360, a primeira coisa que me veio na cabeça foi: "Eu preciso ter um!", moro do ladinho do Paraguai, seria fácil cruzar a fronteira e comprar um por U$ 249,90 (legalmente, a cota é de U$ 300,00).



Porém a alguns dias atrás ele foi lançado, e o site IFixIt desmontou o tal smartwatch, revelando algo decepcionante: O processador dele é um OMAP3630, lançado em 2010 (isso mesmo). Só pra você ter uma ideia, segue alguns aparelhos que usam o mesmíssimo processador:



Agora, fica a dúvida: Vale mesmo a pena comprar o Moto 360? Bom, eu vou comprar mesmo assim, e assim que chagar no Paraguai, volto aqui e conto detalhes se vale ou não a pena investir em um smartwatch de 2014 com hardware de 2010.

Só pra constar, quando fiquei sabendo do processador, a primeira imagem que me veio na cabeça foi essa:


Atualizando, comprei ele a algum tempo, mas no Brasil, e sim, vale a pena, o processador apesar de ser antigo não atrapalha em nada o desemprenho.

4 comentários:

  1. Comprou o relógio no Paraguai?

    ResponderExcluir
  2. Não tem ainda, comprei no Brasil, estou aguardando chegar

    ResponderExcluir
  3. Eu também fiquei desanimado quando fiquei sabendo do processador dele, mas vi em videos e fóruns que ele tem um bom desempenho comparando com outros mais novos.. numa boa oportunidade irei comprar.. Murilo

    ResponderExcluir
  4. Então, já estou com o meu a uns 3 meses e não tenho nada para reclamar dele, é muito bom, funciona muito bem. Só fala mal quem não tem um.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós! Obrigado!